Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O campeonato do Mundo de Futebol continua a surpreender, desta feita com a eliminação do Brasil, cinco vezes Campeão da prova maior do futebol mundial. A Bélgica, seguindo uma táctica adaptada vencia o desafio por duas bolas a zero ao intervalo.

Apesar do favoritismo da formação canarinha, foram os belgas a impor o ritmo do jogo e a levar de vencido o sonho brasileiro de chegar à final.

Logo após o apito final, a festa foi de arromba e até o Tintin se envolveu euforicamente com a demais comunidade imigrante que se associou aos festejos dos belgas. E havia cabal razão para tanta exaltação nas ruas e nos bares.

De bom humor e satisfeitos estavam os proprietários dos estabelecimentos da restauração, que despejaram todos os barris da Jupiler e outras cervejas de excelência espalhadas pelo reino de Gaston Lagaffe.

Com este resultado sobre o gigante Brasil, “le plat pays de Brel”, assegura o sonho de uma final dourada, caso vença a França.

Atendendo à sua prestação “sans faille”, com as cinco vitórias em cinco jogos, pode perfeitamente atingir o alvo da vitória sobre os franceses, já esta terça-feira em São Petersburgo; um confronto que os pupilos de Martinez querem levar de vencida.

A Comunidade portuguesa na Bélgica apoia, quase naturalmente, os Red Devils no embate da meia-final com a França, que há dois anos foi derrotada na final do europeu de futebol por um tal Éder, o herói de um momento demasiado curto!

De Portugal nada mais há a dizer… Por agora é tempo de uma merecida pausa. Para depois voltarmos às vivas emoções que o desporto rei nos proporciona.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 13 Votos
9.6