Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

As Comunidades portuguesas, na sua diversidade social e cultural organizam, através do meio associativo/recreativo e outros grupos, com destaque para os Ranchos folclóricos, grandes eventos que recriam a vivência das suas tradições, dos usos e costumes. Um fértil campo de ação que honra a nossa cultura popular…

Imagem perfeita disso foi a 5ª edição da festa intitulada “Sopa da Pedra”, que se saldou por mais um grande sucesso. Uma iniciativa do Grupo Etnográfico O Ribatejo, em Bruxelas, com estimulante variedade musical cultural; folclore, etnografia, canto à Capela, concertinas, canção ligeira…

A novidade foi mesmo a brilhante atuação do Grupo polifónico EmCanto vindo de Levallois-Perret, na região de Paris, para uma animação diferente, única!

Porque a paixão pela tradição fala mais alto, criaram um belo grupo de Canto à Capela, com vozes polifónicas, que deleitam uma qualquer plateia. Ao que acresce um esmerado cuidado e beleza no modo de trajar, com a justificada exultação na transmissão da mensagem, da qual cada um pode extrair, uma boa lição de vida.

O sorriso e a boa disposição fazem parte do grupo, em cada momento, provocando uma sensação de autenticidade com o que representam e o que desejam transmitir. A emoção abeira-se da gente; provimos desse legado cultural, particularmente ligado à nossa ruralidade.

Do grupo ressalta ainda uma imagem de união e amizade, que transmite serenidade e confiança. Conseguem calar uma sala repleta de gente, brilham e são, por isso, aplaudidos! Deste grupo, do qual já há muito orgulho, transparece ainda uma grande cumplicidade, num mesmo sentir e objetividade. Para além do canto e representação, fica ainda o exemplo e a postura, que só as mulheres do Norte são capazes de transmitir.

Claro que estão de parabéns. Claro que merecem muito mais que os nossos aplausos. Claro que merecem ter apoios, venham eles de onde vierem! Muitos parabéns à Sofia Costa; a responsável, a mulher de caráter, a excelente protagonista. E nela, a toda a “sua gente”.

Bruxelas gostou, pelo que são e pelo que andam a fazer! Que continuem a distribuir essa alegria, com o mesmo amor e paixão, que anima e cativa. Assim, a vida torna-se mais fascinante, com e pelo EmCanto!

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.5