Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Esta segunda-feira, dia 26 de março, a partir das 20h20, a enfermeira portuguesa que participa no The Voice Bélgica vai necessitar do voto dos espetadores. Andreia Rio já passou a barreira das provas cegas e do «duelo» e agora está nos «diretos».

Andreia Rio é de Boticas e tirou o curso de enfermagem na Escola de enfermagem de Chaves no ano escolar 2006/07. «Depois de ter ficado um ano e meio sem conseguir encontrar trabalho, comecei a procurar emprego no estrangeiro» explica ao LusoJornal. Contactou uma empresa de recrutamento, começou a estudar francês no Porto e foi recrutada pelo Hospital Erasme, onde trabalha.

Mas Andreia Rio já cantava antes de vir para Bruxelas. «Canto desde pequenina». E aos 14 anos descobriu o fado.

«Perdi o meu pai muito cedo e nunca fui uma criança que gostasse muito de falar, não era muito sociavel» confia ao LusoJornal. «Através da música consegui encontrar alguém que contasse a minha história e o que me impressiona no fado é que se consegue transmitir por palavras, grandes sentimentos».

Antes de vir para Bruxelas já o marido enviava curriculos para as coletividades e para os restaurantes. «Entretanto encontrei músicos e fui cantando em restaurantes. E as pessoas gostam bastante».

O The Voice surgiu também por iniciativa do marido. «O meu marido teve a ideia maravilhosa de me inscrever sem eu saber» diz ao LusoJornal. Acabou por ser selecionada, fez testes e chegou às «provas cegas». Das quatro cadeiras, uma virou-se: a de Slimane!

O membro do júri emocionou-se ao ouvir o fado. «Escolhi o fado. Eles próprios aconselharam o fado. Era tão bonito e emocionante que valia a pena correr o risco – porque foi um risco. Eles não percebiam nada, mas mesmo assim, preferi correr o risco» explica Andreia Rio.

Mas depois foi necessário cantar outro tipo de música. «Uma das consequências que eu já sabia que podia acontecer, é ter de sair do meu registo, daquilo que faço habitualmente e está a ser uma surpresa muito boa» diz a jovem cantora. «Nem eu pensei que conseguia fazer algo fora do fado….»

Mas conseguiu. No duelo com outro concorrente, cantou em inglês e… foi apurada.

Agora está nos diretos. «A fase importante é a dos diretos, e essa já consegui».

Esta segunda-feira é uma data importante.

«Felizmente no hospital são bastante compreensivos e tem sido fácil conciliar o trabalho e a música». Agora… tudo depende do público!

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
7.5