Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A SIC internacional vai comemorar este domingo, dia 17 de setembro, 20 anos de existência com um programa especial a partir do último andar de um hotel na praça do Martim Moniz, em Lisboa, com vista para o Castelo de S. Jorge.

O programa vai ser apresentado por Conceição Lino e José Figueiras, o apresentador mais conhecido do canal internacional da SIC, mas vai contar também com muitas caras conhecidas do desporto, da informação e das telenovelas.

Também vai ser um programa com muita música, misturando nomes da canção portuguesa, como João Pedro Pais, com artistas radicados no estrangeiro, como a luso-belga Wendy Nazaré ou a fadista luso-americana Nathalie Pires.

«Esta também vai ser uma oportunidade para comemorar os 10 anos do programa Alô Portugal» explica ao LusoJornal Cláudia Rodrigues, a Coordenadora da SIC internacional.

«Tudo começou em França, porque foi o primeiro país com quem a SIC fez um acordo de distribuição, em 1997» explica Cláudia Rodrigues. Em 1998 a distribuição alargou-se aos Estados Unidos, em 1999 à Suíça e ao Luxemburgo, em 2000 aos países africanos de expressão portuguesa, como Angola e Moçambique, mas também ao Canadá, à África do Sul,…

«Estamos atualmente em 14 países e a SIC internacional chega todos os dias a cerca de 10 milhões de pessoas» afirma Cláudia Rodrigues. «Comecámos por ser o espelho da SIC para fora de Portugal, mas hoje somos um canal vocacionado para as Comunidades portuguesas que residem fora de Portugal e temos um público muito próprio».

«Começámos a apostar em produção própria, levar Portugal até às Comunidades, mas também dar voz às pessoas que moram fora» diz a Coordenadora do canal internacional, referindo-se por exemplo ao programa «Alô Portugal», em que muitos telespetadores ligam do estrangeiro. O «Alô Portugal» é um programa diário, apresentado por José Figueiras, e «continua a ser o único programa na televisão portuguesa, produzido em direto, feito a partir de Portugal, mas em que as pessoas podem participar livremente, via telefone» garante Cláudia Rodrigues.

Durante estes 10 anos, pela SIC internacional já passarm dois outros programas feitos a pensar nas Comunidades: «Mar Português» e «+351», que tinha aliás a colaboração do LusoJornal.

«Queremos que a programação se dirija tanto aos Portugueses que emigraram na década de 60/70, para matar saudades, mas também aos lusodescendentes a quem queremos transmitir o orgulho de ser português» explica Cláudia Rodrigues.

Para além do futebol – onde a SIC internacional passa um jogo por jornada implicando um dos três «grandes» da Primeira Liga, o FC Porto, o Sporting e o SL Benfica – a SIC internacional tem três novos programas produzidos especialmente a pensar em quem mora fora.

«‘Histórias de Cá e Lá’ é um programa que conta histórias de lusodescendentes, dos seus percursos e dos percursos dos pais, mostrando que mesmo quem está fora, pode manter uma forte ligação com Portugal». A primeira série de programas já chegou ao fim e agora vai começar a segunda série.

«Ponto de equilíbrio» é um programa mais vocacionado para a primeira geração, apresentado por Maria Helena Martins, à volta das medicinas naturais.

E o canal está a reforçar a programação infantil. «Muitos emigrantes e lusodescendentes queixavam-se que os canais internacionais portugueses não propunham programas infantis. As crianças estão toda a semana a falar uma outra língua e os pais pedem programas em português para eles» conta Cláudia Rodrigues. E é por isso que aos sábados e aos domingos, durante quatro horas no período da manhã, a SIC internacional propõe programas para crianças.

Entretanto, na próxima segunda-feira, a SIC internacional vai estrear, em simultâneo com a SIC em Portugal, a nova novela «Paixão», todos os dias, a partir das 22h30, hora de Paris.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0