Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

“Melhor de Portugal” trouxe Marcelo a Bruxelas

Lusoproduções / Fernando Vaz Neves Lusoproduções / Fernando Vaz Neves Lusoproduções / Fernando Vaz Neves Lusoproduções / Fernando Vaz Neves

O Presidente da República visitou em Bruxelas, acompanhado da Presidente do CDS-PP, o evento “O Melhor de Portugal”, uma mostra de produtos agroalimentares organizada pelo Eurodeputado Nuno Melo e pela Confederação de Agricultores de Portugal (CAP).

Ao longo de cerca de três horas, Marcelo Rebelo de Sousa visitou as dezenas de bancas montadas no Parque do Cinquentenário, sempre ladeado de Assunção Cristas, com quem foi experimentando os mais diversos produtos agroalimentares portugueses, entre as tradicionais poses para as ‘selfies’ com os Portugueses presentes, apesar do mau tempo na capital belga.

Em declarações aos jornalistas, elogiou a iniciativa e agradeceu mesmo, “em nome de todos os Portugueses”, o esforço para promover “a excelência da agricultura portuguesa”.

“Nós hoje estamos a trabalhar aqui na imagem de Portugal no domínio da agricultura. E devo dizer que é também uma forma de homenagear aqueles que no país rural tantas vezes têm sofrido”, declarou.

Marcelo Rebelo de Sousa, que teve também a companhia do Comissário europeu Carlos Moedas ao longo da visita, destacou a “projeção europeia” do evento, “porque, além da projeção belga, há uma projeção europeia” na capital da União Europeia, e fez votos para que a meteorologia ajude, de modo a que, como sucedeu em anos anteriores, passem pela feira de dois dias “milhares de portugueses e não portugueses” ao longo do fim de semana.

Questionado sobre o facto de participar numa iniciativa de cariz partidário, o Chefe de Estado reconhece tratar-se de “uma iniciativa obviamente partidária, de um lado, mas também de um grande parceiro económico e social”, a CAP. “O Presidente da República é de todos os Portugueses, e quando está perante a iniciativa de alguém, neste caso um Deputado europeu de um Partido, mas (também) de uma Confederação, que é um grande parceiro económico e social, que é boa para o país, o Presidente tem a obrigação de estar”, justificou.

O Eurodeputado Nuno Melo comentou, por seu turno, que “O Melhor de Portugal é “uma iniciativa feita a pensar nas pessoas que trabalham fora de Portugal e no melhor que se produz em Portugal e que pode ser mostrado no mundo”.

“A presença do Presidente da República é a melhor demonstração do sucesso e da importância de ‘O Melhor de Portugal’, que é hoje já a melhor iniciativa de promoção dos produtos agroalimentares na Bélgica”, disse.

Já a líder do CDS-PP, Assunção Cristas, saudou o que classificou como uma “iniciativa magnífica, que já vai no quinto ano”, e disse ser “muito bom perceber que há um eurodeputado português que trabalha intensamente para ajudar o setor agroalimentar”.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
8.8